O que importa

comporta

Uma má decisão não faz de ti uma má pessoa.

  O que importa é provar a ti mesma que não tens de provar nada a ninguém. É saber, que se falhares, o mundo não acaba, que as pessoas que realmente gostam de ti, e te aceitam como és, vão estar lá para ti [sempre, sempre, sempre], para te cuidar e carregar ao colo todas as vezes que o teu chão fugir.

  O que importa é que ao longo do teu caminho consigas aprender a rir-te de ti, a ser leve perante a vida, a relativizar, a descomplicar, a desconstruir, a descobrir que só a simplicidade das coisas [do coração e da alma] torna tudo mais fácil, completo, inteiro.

  O que importa, de verdade, é que continues a sentir essa vontade bonita de ser feliz, essa força especial que te move e que te faz acordar todos os dias e dar à vida o que de melhor carregas no peito.

De Sofia C. Fernandes

Um pensamento sobre “O que importa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s