Para ela

pensativo6

  Amanhã é o teu grande dia. A data que planeámos imensas vezes. Guardei tudo na cabeça estes anos todos. A cerimónia na Costa da Caparica. Os padrinhos a carregar o noivo para o primeiro banho como casado, e as madrinhas a carregar a noiva também. O teu cão a trazer as alianças. Tu com o vestido que sempre quiseste. Aquela coroa de cristais com que sempre sonhaste. O fio que era da tua mãe. ‘I Belong To You’ do Jacob Lee, a tocar. Tudo o que sonhámos juntos vai acontecer. Tudo o que sempre quiseste. Tudo, menos eu.

  A única coisa que fugiu dos nossos planos. Eu não estava no meu lugar. Era o meu papel fazer-te feliz. E se soubesses o quão tem sido difícil ver as vossas fotos no Instagram a contar os dias que faltam para o vosso dia. Uma contagem decrescente insuportável. Ver a mulher da nossa vida casar-se com outro homem é das piores coisas que pode acontecer a alguém. Passei este tempo todo a tentar evitar isto que estou a fazer agora. Eu sabia que podia ser cruel contigo ao escrever-te esta carta na véspera de um dos dias mais importantes da tua vida, mas eu tinha de deitar cá para fora. Talvez tenhas estado este tempo todo à espera de um contacto meu, mas quando o assunto és tu, eu nunca tive muita coragem. Talvez agora seja tarde demais. Eu sei que não tenho mais direito de te cobrar nada. Tu deste-me todas as oportunidades do mundo para mudar a minha maneira de ser, de fazer tudo diferente. Acho que a força do nosso amor tornou-me um homem acomodado. Tu sabes, eu fui tão confiante em relação ao que sentíamos um pelo outro, que deixei de cuidar da nossa relação.

  Quando terminámos pela enésima e última vez eu pensei que fosse mais uma, e que como das outras vezes, iriamos acabar por voltar. Sabes, tu nunca pensas que o adeus é mesmo o adeus. Pensas sempre que nunca vai acabar. Pensas sempre que haverá mais. Mas não há. Restou-me seguir em frente. Mas não segui. Fiquei parado no tempo, à espera que o destino se enganasse e tu voltasses para mim. Mas o guião desta história não está mais nas minhas mãos. Eu sou mais um caso de alguém que não se vai casar com a pessoa que ama. Alguém que acordou tarde demais.

  Talvez não fiques muito contente por receber esta carta. Talvez sintas ainda mais raiva de mim. Tudo bem. Eu mereço tudo isto. Desculpa as lágrimas secas no papel. Desculpa não fazer parte do grande dia da tua vida. Espero que ele saiba a sorte que tem. Pelo que entendi, ele é para ti o que eu nunca fui. Que continue assim. E que seja tudo como sempre sonhaste.

Ou melhor. Quase tudo.

(ela responde no próximo post…)

 

Rosdet Nascimento

2 pensamentos sobre “Para ela

  1. Pingback: Isto não é amor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s