Seguir ou ficar?

eu

  Um dia destes quando saía do Fitness Hut, reparei num casal que discutia no meio do parque de estacionamento. «Tu só fazes merda, Luís! Assim não dá mesmo.» Disse-lhe ela para ele. Pelo que percebi, a relação deles estava a acabar naquele momento. Não sabendo o que ele fez nem o que aconteceu, apenas consegui ouvir mais uma frase antes de entrar no carro, dele para ela: «Não desistas de nós. Ouve o teu coração, segue-o.»

  Continuei o meu caminho, mas a parte de ouvir o coração e segui-lo sempre me fez muita confusão. Devemos mesmo seguir as vontades do nosso coração? Sempre achei que era o mais correto a fazer. Talvez às vezes até o seja. Mas será sempre? Muitas vezes a nossa intuição avisa-nos “Não vás por aí”, mas nós vamos ainda assim. Porque o nosso coração assim o quis. E acabamos invariavelmente por nos magoar. E o mais engraçado? Não aprendemos à primeira, nem à segunda, nem à terceira… Por vezes até sabemos no fundo que vai dar merda, mas vamos na mesma.

  Porque será que a vontade do nosso coração prevalece quase sempre à da razão e à da intuição?

  Já ouvi de tudo. “Segue o teu coração, mas leva o teu cérebro contigo” “Não sigas o teu coração, guia-o.” “Se seguires o teu coração, podes até não estar certo, mas nunca estarás errado”. Em parte, tudo o que ouvimos sobre o nosso coração é verdade. Repara, se seguires o teu coração, estás a satisfazer as vontades dele, estás a alimentá-lo, a saciá-lo. É impossível não te sentires bem fazendo isso. Pensa naquela menina que gosta muito daquele rapaz que não lhe dá o mesmo valor. Não há muito futuro na relação deles, mas enquanto ela seguir o coração, sentir-se-á completa, porque tem o coração cheio. Caso ela ouça a razão, vai poupar-se a si mesma de algum sofrimento pela falta de reciprocidade por parte do rapaz, mas levará algum tempo até curar o coração e fazê-lo esquecer o que ele queria.

  Por isso, eu não acho que seguir o coração seja questão de certo ou errado. Assim como também não acho que seguir a razão ou a intuição seja questão de certo ou errado. Quantas coisas boas não viveste, por teres seguido aquele caminho que a tua intuição te disse para não seguires? Quantos momentos bons não passaste por teres ido pela estrada que para a razão tinha sentido proibido? Quantas memórias boas não vais guardar para sempre, por não teres feito o que a tua cabeça achava correto?

  Outra coisa, também devemos parar e pensar o que realmente merecemos. E ninguém merece ser pisado, humilhado ou traído, e continuar numa relação assim, apenas porque o coração te diz que vai ficar tudo bem. Ninguém merece ser iludido, magoado, gozado e mesmo assim continuar ao lado de alguém só porque a emoção continua lá, e tu adoras a pessoa que está contigo. Ninguém merece ficar com alguém de quem não gosta, apenas porque a razão te diz que não irás encontrar melhor esta vida, porque estabilidade é melhor que sofrimento, e então tu aceitas o teu destino.

  O ano passado escrevi um texto em que digo que finais felizes talvez não existam, o teu final feliz talvez seja seguires em frente. Mas talvez não. Talvez seja ficares onde estás neste exato momento. A escolha é sempre tua. Que seja tua, e demais ninguém. Quer fiques quer sigas, lembra-te de uma coisa. Tu és a única pessoa que está contigo do primeiro ao último suspiro, é a ti que deves tudo, tu és o único e o grande amor da tua vida.

  Vai onde o teu coração te diz para ires, fica onde a tua intuição te diz para ficares, mas acima de tudo fica longe de algo ou alguém que te mantenha longe de ti mesma.

 

Rosdet Nascimento

Um pensamento sobre “Seguir ou ficar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s